O tempo de fala do professor é mais alto nas aulas online? Por quê?

Image for post
Image for post

Você anda falando mais do que os seus alunos nas suas aulas online? Você também tem a impressão de que o seu tempo de fala subiu no ambiente virtual? Tem ideia dos possíveis motivos?

Tomar a palavra e não devolver mais é um comportamento e natural e que a gente acaba fazendo sem pensar. Quando a gente fala demais, a gente mais atrapalha o processo de aprendizagem do aluno do que o ajuda.

Vários estudos defendem que a gente deve ter a palavra em apenas 30% da aula! Eu até já gravei vídeo sobre o assunto lá no canal, no qual conto seis formas de reduzir o seu tempo de fala e de deixar os seus alunos cada vez mais autônomos e confiantes para falar cada vez mais em aula! Vale a pena assistir. Vou deixá-lo aqui na página para esquentar a discussão.

Quando a gente pensa nas aulas online, essa questão do tempo de fala do professor fica ainda mais gritante. Parece que temos a necessidade de narrar cada ação que estamos fazendo e de compartilhar nossas dificuldades técnicas, as falhas da conexão da internet e várias outras coisas que nem sempre fazem parte das aulas presenciais. Eu acho que a gente tem que sim que demonstrar vulnerabilidade e pedir algumas ajudas, mas o que será que daria para ser diferente e impactar menos o ritmo da aula?

Para ter certeza dessa impressão do aumento do tempo de fala ou refutá-la, experimente gravar sua própria aula e assisti-la posteriormente fazendo a contagem do seu tempo de fala com um cronômetro. Anote também o que você falou e qual ligação essa fala tem com o objetivo da aula, analisando se houve intencionalidade ou se ela poderia ter sido excluída. Será um ótimo exercício. Abaixo você vai encontrar uma listinha das ações mais comuns que a gente acaba fazendo e que podem entrar no seu checklist de auto-observação, inclusive.

Reflexões interessantes

Recentemente recebi de um colega um texto do Luiz Otávio Bastos que fazia reflexões bastante interessantes sobre o tema. Tomei a liberdade de traduzir alguns trechos e de compartilhar com vocês. Contem pra mim depois o que acharam da visão do autor, se concordam com ele, se discordam dele e por quê. Vejam o que ele disse:

Ontem, publiquei uma minúscula mini-micro-pesquisa no FB/Instagram, e alguns professores disseram que achavam que o tempo de fala dos professores era mais alto no online do que nas aulas presenciais. Isso pode ou não ser completamente verdade, é claro (estamos lidando com impressões), então talvez a auto-observação possa ser útil aqui.

Portanto, se você suspeita que está falando demais na sala de aula e se quer se observar em ação, aqui estão cinco coisas a serem observadas:

1. Narração do que você faz: conte o número de vezes que você descreve o que está fazendo ou o que está prestes a fazer. Isso tende a aumentar seu tempo de conversação: “Ok, então vou compartilhar essa outra tela com vocês”.

2. Além disso: conte o número de vezes que você se desvia da mensagem principal: “Desculpe o atraso — a internet está um pouco lenta hoje. Liguei para os caras da Vivo e eles disseram …” O lado ocasional é bom, de é claro, mas ao assistir sua aula, observe se você não está exagerando.

3. Causos pessoais: conte o número de vezes que você conta histórias sobre si mesmo sem um objetivo claro de ensino. Não me interpretem mal — os alunos geralmente adoram, eu sei! Só não exagere.

4. Sim/Não x perguntas abertas: Como regra, (1) perguntas abertas tendem a exigir respostas mais longas (= mais tempo de conversação do aluno) do que (2) perguntas sim/não. Portanto, outra coisa a se manter atenta ao observar a si mesmo é a proporção (1) — (2).

5. Tempo de espera: muitas pessoas têm medo do silêncio. Mas lembre-se de que, quando você faz uma pergunta aberta, precisa dar aos alunos tempo suficiente para que eles pensem em conteúdos e no idioma que aprendem, o que pode demorar um pouco. Portanto, uma coisa a observar é a quantidade de tempo que você espera entre a pergunta e a resposta. Se você não esperar o suficiente, pode se sentir tentado a reformular as perguntas originais repetidas vezes e até a respondê-las você mesmo!

Written by

Cursos sobre metodologias e mentorias para você ser livre, independente e escolher os alunos que quer atender

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store